Michael Ondaatje – poema

 

 
O DESCASCADOR DE CANELA
         Michael Ondaatje
                        tradução paulo da costa
 
Se eu fosse um Descascador de canela
cavalgaria a tua cama
e espalharia o pó amarelo da casca
na tua almofada.
 
Os teus peitos e ombros tresandariam
nunca poderias passear pelos mercados
sem a profissão dos meus dedos
a ondular sobre ti. Os cegos
tropeçariam seguros de quem se aproximavam
muito embora te banhes
sob as caleiras, a monção.
 
Aqui ao cimo da coxa
neste prado liso
circunvizinho ao teu cabelo
ou ao vinco
que te talha as costas. Este tornozelo.
Serás conhecida entre estranhos
como a esposa do descascador de canela.
 
Antes do casamento
mal te podia olhar de relance
jamais te tocar
— a tua mãe de nariz apurado, os teus irmãos brutos.
Enterrei as minhas mãos
em açafrão, disfarcei-as
sobre o fumo do alcatrão,
ajudei os colhedores de mel…
 
Naquela vez que nadamos
acariciei-te na água
e os nossos corpos permaneceram livres,
não podias abraçar-me e ficares cega ao cheiro.
Trepaste à margem e disseste
 
é assim que acaricias outras mulheres
a mulher do apanhador de pasto, a filha do queimador de cal.
E nos teus braços procuraste
o perfume inexistente
 
e percebeste
 
de que vale
ser a filha do queimador de cal
deixada sem vestígios
como se não invocada no acto do amor
como se ferida sem o prazer de uma cicatriz.
 
No ar seco
levaste o ventre às minhas mãos
e disseste
eu sou a mulher
do Descascador de canela.  Cheira-me.
 
 
Michael Ondaatje (1943) nasceu no Sri Lanka (antigo Ceilão) e em 1962 emigrou para o Canadá onde se naturalizou. É provavelmente melhor conhecido pelo seu romance, O Paciente Inglês, o qual, adaptado a filme em 1996 recebeu nove Oscars. A sua carreira literária iniciou-se com quatro livros de poesia, passando mais tarde pela ficção e ensaio. Na sua carreira cinematográfica já realizou quatro filmes. Galardoado com inúmeros prémios literários quer no Canadá como no estrangeiro Ondaatje reside em Toronto.

 

This entry was posted in Traduções. Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.